terça-feira, 29 de maio de 2018

BRM 600 - 2018 - Finish

No final de semana dos dias 26 e 27 de maio aconteceu a última série randonneur organizada pelo Audax Goiás. Estiveram presentes 22 ciclistas dispostos a percorrer 600 km entre as cidades de Goiânia-GO e Jataí-GO.

Mandala Audax Goiás - Série 2018.

     Momento de encontro de todos os participantes na saída do hotel Galeão.

Com saída à 00:05 do sábado, os ciclistas apresentavam bastante dispostos a encarar o desafio. Para muitos seria a maior distância já pedalada, o que também causava uma apreensão aos "novatos".
Feita a preleção inicial, com os agradecimentos ao Hotel Galeão pela receptividade nas três últimas etapas BRM, partiram todos rumo à BR-060.

Se por um lado o país passava pelas manifestações, protestos e paralisação dos caminhoneiros, por outro o grupo foi privilegiado pelo baixo movimento na rodovia, o que permitiu uma trafegabilidade com maior segurança. Assim aos poucos os grupos iam se formando conforme o ritmo e afinidade de cada um.

No trecho da primeira madrugada não havia muitas opções para alimentação, porém no KM 82 uma lanchonete com funcionamento 24 horas proporcionou aos interessados a opção de lanche, embora não fosse obrigada a parada neste local, a maioria preferiu manter-se alimentado.

Seguindo até o PC em Rio Verde, dependendo da velocidade que cada um estava desenvolvendo, só foi possível encontrar uma outra opção de lanche, no município de Santo Antônio da Barra, isto no KM 175. Daí a importância de se ter planejado quanto a parada anterior ou mesmo manter consigo mantimento suficiente para percorrer tamanha distância sem alimentação e água.

Chagando em Rio Verde, parada obrigatória. Registro no cartão passaporte, hidratação, alimentação e magrela na estrada. Seriam 90 km de sobe e desce. Na metade do caminho um restaurante para reforçar as energias.

     Parada no PC em Rio Verde. Equipe Corre e Pedala - DF.

No ponto de retorno, em Jataí, uma grande concentração de caminhões, e devido a aglomeração não havia condições para descanso. O motoristas curiosos em saber de onde vinham aqueles ciclistas e para onde iam, muitas perguntas e admiração por ver tanta disposição.

     Concentração de bikes em Jataí-Go. Aqui a falta de combustível não era problema.

No retorno para Rio Verde, o restaurante que tem na metade do caminho já estava fechado, pois devido o baixo movimento na estrada resolveram fechar mais cedo. Mas randoneiro tem que ser prevenido e ter sempre perto um alimento suplementar. O fato é que todos que estavam no trecho conseguiram chegar ao PC do sono.

Já em Rio Verde, com quase 400 km, cada um seguia a sua estratégia de planejamento. Alguns apenas carimbaram o cartão, outros resolveram descansar. Começava assim a etapa de mais um novo dia. O fator psicológico começaria a sobrepor o cansaço e a diminuição das forças. Neste momento havia 19 ciclistas no brevet, com distâncias bastante diferenciadas entre cada um.

No período da madrugada o frio apertou, principalmente para quem está acostumado com o clima do cerrado, enfrentar 8 ºC é desgastante. Após este período, já na parte da manhã, quando o sol esquentou chegando a 38 ºC, uma ventania que exigiu mais ainda das forças. E desta forma todos foram rompendo as barreiras.

    Amanhecer na BR-060. Crédito: Wilson Rezende.

O primeiro ciclista a finalizar, Airton Sena (o nome tem peso, rs) chegou às 05:30 e no decorrer do dia aos poucos novos randoneiros foram chegando, sendo os derradeiros (Rodrigo Bareicha e Lucas Rezende) às 15:50, com a alegria de ter enfrentado o último desafio da série.



Mais fotos clique AQUI.

sexta-feira, 4 de maio de 2018

BRM 600 - Jataí - 2018

Depois do Brevet 400 e de todas as superações enfrentadas, é normal que muitos tenham concluído imaginando ter chegado no seu limite. Mas, "Qual é o seu limite?", será que já conheceu mesmo até onde pode ir?
Nada de dúvidas, os 400 km já passaram, agora é pensar nos 600 km. Isso mesmo, BRM 600. Mais um desafio do Audax Goiás, mais uma superação. Não precisa provar nada a ninguém, somente a você mesmo.

Data: 26/05/2018 (Sábado)
Hora de Saída: 00:00
Local de Saída: Gran Hotel Galeão / Posto Tabocão IV - BR060 - Saída para Rio Verde
Tempo para conclusão: 40 horas
Percurso: Goiânia - Jataí - Goiânia
Pré-requisito: Ter feito uma das séries randonneur a partir do BRM 300 (em qualquer ano e local).
Valor: R$ 150,00
Período de inscrição:  05/05/2018 a 16/05/2018 (após esta data poderá haver novo período de inscrição, porém com outros valores a critério da organização).

Incluso: Cartão Passaporte, Sacolinha para guardar documentos, Carta de rota, medalha Audax Goiás, Certificado Audax Goiás, Homologação Audax Clube Parisiense.

Medalha Francesa: Poderá ser solicitada no ato da inscrição. Valor R$ 65,00. Caso haja interesse, será cobrado o valor de R$ 30,00 junto com a inscrição, sendo o restante a ser pago na entrega da medalha. Obs.: Caso não conclua o percurso, não haverá devolução dos valores.

ATENÇÃO: Após realizar a inscrição, aguardar e-mail de confirmação com as orientações para pagamento. Caso não realize o pagamento no prazo estipulado, a inscrição será cancelada, sendo necessário uma nova solicitação.

REGULAMENTO: Confira AQUI.

Carta de Rota: Acesse AQUI.

audaxgoias.inscrevase.com






segunda-feira, 23 de abril de 2018

BRM 400 - Brevet Rio Verde

Sábado, dia 21/04/2018, às 10:00 da manhã, estiveram reunidos 27 guerreiros para enfrentar o Brevet 400 km. Um desafio entre a cidade de Goiânia até Rio Verde com o prazo máximo para conclusão de 27 horas. Grande parte dos participantes experimentaram pela primeira vez percorrer tamanha distância, mas mesmo que alguns não tenham concluído já podem considerar que superaram seus limites.

Total de participantes: 27
Concluíram: 22
Homens: 25
Mulheres: 2
Média de idade: 42 anos
Maior de 50 anos:  4
Entre 40 e 49 anos: 14
Entre 30 e 39 anos: 7
Menor de 30 anos: 2

Confira os tempos AQUI



sábado, 17 de março de 2018

Inscrições abertas para o BRM 400 - Brevet Rio Verde

Dando continuidade à série Randonneur 2018, mais um desafio está lançando aos Ciclistas de Longa Distância. Trata-se do BRM 400 km.

Saída/Chegada: Posto Tabocão IV / Gran Hotel Galeão.
Data: 21/04/2018 (Sábado)
Horário: 10:00
Destino: Posto Décio (Rio Verde-GO)
Distância: 422 km
Tempo: 27 horas
Vagas: 15 (A critério da organização o limite de vagas poderá ser alterado)
Valor: R$ 110,00*

Encerramento das inscrições: 15/04/2018.

CARTA DE ROTA (News)

PERCURSO (Acesse aqui)

ATENÇÃO: Após a solicitação de inscrição e recebimento do e-mail com informações para pagamento o ciclista terá o prazo de 3 (três) dias úteis para pagamento e confirmação. Após este período, a inscrição será cancelada.

* Inclui:
   - Certificado de participação;
   - Medalha Audax Goiás;
   - Cartão passaporte para controle nos pontos de controle;
   - Saquinho tipo "zip" para proteção dos documentos e celular;
   - Carro para transporte de itens pessoais até o ponto de controle (PC 200km).

Algumas observações para este Brevet devem ficar bem esclarecidas aos interessados.

Leia as informações abaixo antes de confirmar a sua inscrição. O link realizar a inscrição encontra-se no final dos itens descritos a seguir:

1. Provas Randonneur são de autossuficiência, ou seja, cada ciclista deve se organizar para enfrentar o desafio sem apoio externo na rodovia, sendo permitida a ajuda apenas daqueles que estão participando do BRM;

2. A organização não oferece apoio tais como mecânico, alimentação, hospedagem, carro para resgate.

3. O percurso possui pontos com estabelecimentos comerciais onde pode-se alimentar ou descansar. Somente nestes locais é permitido receber apoio externo.

4. Pelo prazo limite para concluir o desafio (27 horas) é evidente que será necessário pedalar no período noturno, assim confira baterias, farol, piscas e colete refletivos.

5. Teremos um carro da organização na saída do brevet, no Ponto de Controle (KM 200) e na chegada. Quem tiver interesse em mandar alguma roupa ou mantimento para pegar nesses locais deve identificar-se e entregar o que deseja mandar no veículo no ponto de saída.

6. O motorista está autorizado a dar o suporte nos PCs indicados na carta de rota, desde haja o entendimento financeiro entre o ciclista e o motorista.

7. Cada ciclista que concluir o percurso no tempo estipulado receberá certificado e medalha do evento, que será entregue a partir das 10:00 da manhã do dia 21/04. Portanto aquele atleta que chegar antes desse horário deverá aguardar o momento indicado para receber estes itens.

8. O número de participantes estará limitado a 15 ciclistas, e todas as inscrições serão autorizadas somente pela página de inscrição no evento.

9. Na carta de rota está todo o detalhamento do percurso. É responsabilidade do ciclista conhecer e estudar este documento.

10. A Carta de Rota, que também será entregue no momento da saída, constará o telefone de contato do motorista e do organizador, assim qualquer desistência deverá ser avisada a um dos números indicados, embora o organizador pode não conseguir atender pois também estará pedalando junto com os demais ciclistas.

Caso esteja ciente de todas as condições apresentadas, continue com o preenchimento da inscrição clicando no botão a seguir.

BRM 400 km - 2018




quinta-feira, 8 de março de 2018

BRM 400 - 2018 - Percurso

Definido o percurso para o Brevet 400 - 2018 - Brevet do Rio.

Saída: Posto Tabocão IV / Gran Hotel Galeão.
Data: 21/04/2018 (Sábado)
Destino: Posto Décio (Rio Verde-GO)
Distância: 422 km
Tempo: 27 horas
Vagas: 15

Saída: 10:00.

CARTA DE ROTA.



domingo, 4 de março de 2018

BRM 300 - 2018 - Goiás Adentro - Realizado

Com um percurso desafiador, tendo as diversas condições de dificuldades (subidas, pontos sem acostamento, asfalto ruim, sol) nada disso impediu para que os participantes do Brevet 300 colocassem empecilho em desafiar a distância de 300 km.

Com a saída às 05:00 da manhã do Posto Tabocão IV (em Goiânia), partiram 29 ciclista para mais uma etapa da série randonneur 2018.

Muitos buscavam desafiar seus próprios limites, melhorar o tempo em relação a etapa realizada em outro momento, a primeira vez em uma distância de 300 km ou mesmo desafios pessoais.

Dos total de participantes, incluindo os que fizerem o brevet da organização, tivemos:

Ciclistas inscritos: 34
Mulheres: 1
Não finalizaram: 5
Não compareceram: 2



Parabéns a todos, e que sejam motivo de inspiração para que outros encarem seus limites.

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

BRM 300 - Brevet da Organização




Por ser um percurso ainda não feito pelos randoneiros reunimos quatro ciclistas para reconhecer o trajeto proposto e fazer os ajustes necessários para o próximo brevet do dia 03/03/2018.

Encontramos no hotel Gran Hotel Galeão/Posto Tabocão IV, local de início do BRM, às 04:30 deixando os carros no estacionamento disponibilizado a nós (também será disponibilizado aos participantes). Às 5:05 demos início ao desafio. O tempo estava agradável, sem sinal de chuva, e devido ao horário a luminosidade ainda era muito baixa o que nos exigiu a utilização dos faróis e luzes traseiras, além é claro do colete refletivo.

Saída do Posto Tabocão

Saímos do posto Tabocão IV sentido Abadia de Goiás, e constatamos que para acessar a rodovia, aproximadamente 200m do posto, a pista está sem pavimentação, mas nada que com cuidado é possível transpor.

Para facilitar melhor descrição e ajudar o planejamento de cada um, segmentaremos os trechos.

POSTO TABOCÃO – PALMEIRAS DE GOIÁS (KM 79)

Rodovia BR-060, passando pelas cidades de Abadia de Goiás (8 km), Guapó (15 Km) e Posselândia (38 km). O trecho é praticamente de descidas, principalmente após a cidade de Abadia. A passagem pelas duas primeiras cidades é feita por baixo de viadutos, e devido ao horário não há opção de lanchonetes ou padarias. Chegando a cidade de Posselândia (passamos já era quase 6:00) avistamos umas duas panificadoras abertas na via lateral à BR, porém optamos em seguir mais alguns metros e paramos nas barracas à margem do acostamento. Nessas barracas tem algumas opções de lanche, tal como Pão de Queijo, Biscoito e café. Nossa recomendação é que comam algo afinal a próxima opção será na cidade de Palmeiras, aproximadamente 40 km desse ponto.

Continuando pela BR chegamos ao trevo de acesso à cidade de Cezarina. Neste trevo deve-se entrar à direita e seguir sentido Palmeiras pela GO-156. Este trecho é de pista de mão dupla, o acostamento é reduzido e o asfalto aspero, apesar desses fatores o tráfego de veículo é muito baixo e não há tantas subidas fortes.

Como observação, antes de chegar à Palmeiras, no Km 73, há um desvio na rodovia devido a uma obra, o que se faz necessário diminuir o ritmo, mas sem nenhum comprometimento no trajeto.
 
Chegando à cidade, é necessário fazer uma parada para registro do PC-1 (Km 79). Este será na Panificadora Café e Pão. Neste local deverá pegar o comprovante de passagem contendo a hora registrada, ou solicitar a atendente para carimbar o passaporte anotando também a hora.

   PC-1 - Palmeiras de Goiás - Panificadora Café e Pão

Após a passagem pelo PC-1, seguir pela avenida sentido Nazário. No final desta avenida há placas indicativas. A dica é passar pela lateral direita da igreja e seguir em frente.



PALMEIRAS – NAZÁRIO (KM 133)
 
Logo após a saída da cidade há uma bifurcação na rodovia (KM 82), deve seguir sempre pela direita. O trecho até a próxima cidade é de 27 km, sem nenhum ponto de apoio, porém com boas condições para manter uma média razoável (acima de 25 km/h).

Na chegada ao trevo de Nazário tem um mercado à esquerda da rodovia, é uma opção para quem quiser comprar água ou algum outro lanche. No nosso caso optamos em seguir sentido à Turvânia, pois havíamos feito uma boa alimentação no PC anterior e estávamos abastecidos.

Para acessar a próxima cidade, contornar o trevo e seguir para o sentido esquerdo pela GO-060. Serão 27 km de distância até o próximo PC. Este trecho da rodovia tem um ótimo acostamento com poucas subidas.
 
Na chegada ao trevo de Turvânia, o PC-2 será na Lanchonete do Jackson, que fica ligada ao Posto de combustível. Neste PC tem banheiros e lanchonete. Nossa chegada foi às 10:30, com 133 km percorridos. Deverá ser feito o mesmo procedimento do PC-1, ou seja, pegar comprovante de passagem, podendo ser o recibo do lanche ou marcação no cartão passaporte, ambos devem conter o horário de passagem.

Terminado o descanso seguir pela avenida lateral ao Posto e observar a placa indicativa para a cidade de Palminópolis, que fica 22 km do PC-2.


NAZÁRIO – INDIARA (KM 206)

Após a passagem por Nazário e seguindo sentido Indiara, passamos pela cidade de Palminópolis. Antes da chegada a esta cidade há um trevo indicando à esquerda o acesso a cidade Jandaia. Deve seguir em frente, sentido à Palminópolis, passando dentro desta cidade. Ao lado da rodoviária tem um restaurante com opções para alimentação completa. Provavelmente alguns ciclistas passarão no horário para almoço. Nós optamos em fazer uma parada no quiosque que fica na entrada da cidade e deixar para almoçarmos na próxima cidade.

A travessia pela cidade é tranquila, devendo apenas localizar a saída para a rodovia GO-162, sentido Jandaia.

Feita passagem por Palminópolis, seguir pela rodovia GO-162 até a cidade de Jandaia. Neste trecho tem muitos sobe e desce, com inclinações chegando a 9%, embora não muito longas.

Chegada a Jandaia


Em Jandaia, logo após o trevo tem um restaurante do lado direito, dependendo do horário que passar ainda é possível conseguir algum almoço. No nosso caso, chegamos próximo às 14:00 e mesmo com a comida na “rapa do tacho” preferimos parar para almoçar, pois não tínhamos ideia quantas subidas teríamos.

   Jandaia - Passagem entre as serras



A saída de Jandaia para Indiara é deslumbrante, tem-se a impressão que entraremos em um túnel rodeado por serra. A pista vai nos levando como se fosse uma grande descida, mas passada a serra abre-se uma planície até a chegada a Indiara.
 
INDIARA – POSTO TABOCÃO IV (KM 290)

Em Indiara chega-se à BR-060, o trecho de volta à Goiânia. Seguir em frente passando pela ponte sobre a BR e entrando à esquerda, uns 1500m fazer a parada no Posto e Lanchonete Sabor da Terra. A lanchonete fica do lado direito. Este será o último PC do trajeto, e deve-se fazer o mesmo procedimento dos demais PCs, ou seja, pegar um comprovante de compra ou solicitar o carimbo no passaporte, ambos devem constar o horário de passagem.

Posto Sabor da Terra

 
 Lanchonete antes de chegar no Posto. Local do PC-3

Seguindo pela BR-060, está o restaurante casarão (km 225), local com excelente infraestrutura, aberto até às 21:30. A próxima opção de parada é o Posto da Posse, na cidade de Posselândia, que fica aberto até às 22:00. Neste ponto restarão apenas 38 km para a conclusão.

Deve-se ficar atento com o tempo, pois é o trecho com algumas subidas íngremes e na chegada à Abadia de Goiás uma subida muito forte.

Após Abadia entramos na reta final, porém é necessária atenção para não passar do ponto de entrada para acesso ao posto Tabocão. Observar do lado direito a empresa Goiás Eventos, logo após tem uma entrada para a via lateral a qual deve ser acessada e para chegar ao posto entrar à esquerda na segunda ponte sobre a rodovia.
 
Chegada no Posto Tabocão
 

Considerações sobre o reconhecimento

Embora o trajeto seja a maior parte em rodovias que não possuem acostamento, o que pudemos observar é que o trânsito de veículos é muito baixo, outro ponto a se comentar é que a cada 30 km no máximo encontramos opção para alimentação e hidratação. O trecho que começou a ter nível de dificuldade foi entre Turvânia e Jandaia, algumas subidas chegando a 9% de inclinação.

Pelos cálculos que fizemos, dependendo da velocidade a ser feita a chegada a Indiara será no máximo às 18:00. Pelo fato de todos já ter percorrido mais de 200 km, as subidas da BR-060 exigirão um esforço físico maior de cada um. Assim deve-se administrar o tempo para não precisar acelerar na chegada. Devido uma forte chuva entre Posselândia e Goiânia, ficamos parados por aproximadamente 50 minutos aguardando diminuir o temporal, chegando no Posto às 21:04.